Como fazer bichinhos de feltro, passo a passo (mesmo!)

Piu piu! Curtiu o passarinho aqui? Então, fui eu que fiz (parabéns, Fliper!). Ótimo para fazer com o seu filho, para dar como um presente de Natal personalizado ou pra aumentar um pouco a sua auto-estima com a sensação de que você também consegue fazer alguma coisa criativa! E olha, se até eu, que sou uma pessoa pouquissimo prendada nas artes manuais, consegui fazer, você vai tirar de letra. Veja só como é simples, aqui no passo a passo mais detalhadinho de toda a internet:

1 – Passe em frente a uma loja de artesanato e se empolgue. Compre uns retalhos de feltro, olhinhos de bonecos, cola para tecido, enchimento, fita e outras coisas mais que você achar fofinhas e engraçadas.

2 – Vá para casa, ligue seu computador ou tablet, abra no Google e digite: “bichinhos de feltro passo a passo”. Aperte enter. Pronto! Agora escolha o site/blog de sua preferência. Uma dica: mesmo se não tiver passo a passo de verdade, vá pelas fotos mais bonitinhas que você encontrar. Não é tão difícil assim copiar pela foto. Eu faço isso, porque eu tenho preguiça de imprimir e recortar os moldes (viu como eu não sou muito prendada? eu te disse). Para o que você vê aí em cima, me guiei por esse aqui.

3 – Se você quiser fazer o molde sem imprimir, aqui vai uma dica de ouro da artesã moderna geek 2.0: abra a foto do molde no iPad. Amplie a foto até o tamanho desejado. Agora vá até os settings e aumente a iluminação da tela ao máximo. Coloque uma folha de papel na frente da tela e copie com canetinha os contornos da imagem. Pronto! É só recortar o seu molde e usar no feltro.

4 – Dica para facilitar a sua vida: talvez você tenha percebido que esses bichinhos de feltro na internet são costurados com linha. Acontece que linha e agulha fazem dodói e são chatas pra quem não tem habilidades manuais o suficientes para usá-las corretamente (tipo crianças de 2 anos ou eu). Então substitua por cola para artesanato, sem medo de ser feliz. É só deixar um lado para fechar por último, pra poder colocar o enchimento. E aí fica tudo certo.

5 – Se for usar a cola e tiver uma criança por perto, é bom deixar claro que quem usa a cola é a mamãe. Se for usar a agulha, nem preciso comentar, né.

6 – Como esse trabalho também envolve uma tesoura, e ela é um ítem que não dá pra substituir por nada menos perigoso, arrumei pro meu filho uma tesoura sem ponta, pra ele poder me ajudar um pouquinho. Incrível como ele aprendeu a usá-la rapidinho.

7 – Agora solte a sua imaginação! Dá pra fazer chaveirinhos, bonequinhos, almofadinhas… e por aí vai. Só uma coisa importante: quando for dar sua arte de presente para um amigo, lembre-se de falar bem rápido que foi você que fez, no máximo meio segundo depois que ele abrir o papel de presente. Isso evita que ele solte um “eita, mas esse olho tá torto, hein” e que você fique deprimida, se achando uma tosca, e acabe toda a magia do seu Natal.

8 – Pensando melhor, para evitar qualquer constrangimento mesmo, deixe seu filho colar o olho do bichinho e aí diga pra todo mundo que foi ele quem fez. Pronto, resolvido.

Deixe um Comentário